Projeto Avante Mano Down ganha apoio do Grupo Zelo para criação de ecossistema de inclusão social

setembro 09, 2021

Empresa mineira formaliza apoio ao projeto para expansão do Instituto Mano Down e criação do primeiro ecossistema de inclusão e inovação social da capital mineira

 Amanhã (10/09) o CEO do Grupo Zelo, Lucas Provenza; e o presidente do Conselho administrativo, Lucas Miranda; visitam as obras do Instituto Mano Down e assinam o termo de parceria, formalizando o apoio ao projeto Avante, que prevê a expansão da instituição, aumento da capacidade de atendimento e a criação do primeiro ecossistema de inclusão e inovação social de Belo Horizonte.

A assinatura do termo de parceria acontecerá no local em que será a nova sede da instituição social – Rua Urucuia, 62, Floresta, Belo Horizonte, a partir das 11h.

Parceria com o Grupo Zelo

Segundo Leonardo Gontijo, presidente do Instituto Mano Down, o projeto está sendo viabilizado por meio de doações (pessoa física), parcerias, patrocínios e permutas com empresas que acreditam e apoiam a causa da inclusão social.

“Estamos muito felizes em ter o Grupo Zelo, empresa mineira do segmento funerário com atuação em 9 estados e Distrito Federal, somando esforços para concretizar esse projeto que vai nos ajudar a ampliar a nossa capacidade de atendimento de 400 para mais de mil famílias e ainda criar conceitos de acessibilidade e inclusão que serão referência para a capital e outras regiões do país”, enfatiza

Ainda de acordo com Leonardo, o Grupo Zelo já é um importante parceiro do Instituto e apoiou outras ações, campanhas e projetos. “O Grupo Zelo sempre esteve comprometido com a responsabilidade social e com a nossa causa. Além de ações solidárias que promove em prol do Instituto, a empresa faz parte do programa Talento Apoiado e inclui em seu quadro profissionais com deficiência, com todo o suporte do Mano Down”, explica.

Conheça o Projeto Avante Mano Down

O projeto Avante Mano Down contará na primeira fase com mudança da sede do Instituto do bairro Alto Barroca para o Floresta, em um espaço que será reformado e adaptado para permitir o aumento de mais de 700% da capacidade de atendimentos assistenciais e de saúde (intervenção precoce), incluindo hidroterapia, espaço poliesportivo cultural, parque multissensorial 6D e outras atividades, somando 12 frentes de desenvolvimento. Além de um núcleo pedagógico, hub de empreendedorismo social, passeio com o conceito mais acessível do Brasil, Café Inclusivo com atendimento feito por profissionais com deficiência.

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *