Inovação Social: inclusão de pessoas com deficiência funciona

setembro 22, 2021

Inovações que promovem a inclusão de pessoas com deficiência já são uma realidade e mostram como a tecnologia pode ajudar a quebrar barreiras e trazer mais oportunidades de desenvolvimento, socialização e acessibilidade. Aplicativos e plataformas fazem com que pessoas com deficiência e outros grupos possam obter uma melhor qualidade de vida por meio de recursos tecnológicos.

E sabendo da importância da inclusão de pessoas com deficiência, precisamos colocar em pauta as questões de inovação social e como ela impacta nos dias atuais.

A diversidade vem ganhando cada vez mais espaço nas redes sociais, e isso também se reflete em outros espaços da sociedade, mostrando inúmeras mudanças que são necessárias. Quando a mídia passou a colocar em pauta a diversidade, a forma de expressão conquistou seu espaço, permitindo que as pessoas vissem a coisa real: ser diferente é normal.

Neste artigo, vamos apresentar alguns aplicativos do momento e as personalidades que estão fazendo a diferença na inovação social para inclusão de pessoas com deficiência.

Como a inovação social pode ser usada na inclusão de pessoas com deficiência

A própria evolução da sociedade faz com que a inclusão de pessoas com deficiência encontre um importante aliado na tecnologia. Sendo assim, cada vez mais temos acesso a novas tecnologias que trazem possibilidades de inclusão e acessibilidade e que auxiliam nesse processo de inovação social.

Aplicativos que contribuem para inovação social

  1. Sound Touch Lite 

Este aplicativo é para Android e usa o conceito de cartão flash para fazer sons relacionados ao objeto com um simples toque na tela. É muito adequado para estimular a percepção visual e auditiva de animais e instrumentos musicais, além de aumentar o vocabulário e melhorar a discriminação auditiva – habilidade para reconhecer, diferenciar e lembrar sons pseudo-acústicos . Acesse o site.

  1. Panda Painting

Este aplicativo Android é um jogo de colorir que fornece estimulação visual, de linguagem, nomenclatura e cor, além de melhorar a coordenação motora. Ao tocar em cada lápis de cor, a criança ouvirá o som com o nome da cor. Além de desenvolver a imaginação e a criatividade e desenhar diferentes cenas, as crianças também aprendem a associar nomes a cores.

  1. TelepatiX

Pessoas com limitações de movimento e fala, como esclerose lateral amiotrófica (ELA) e sequelas de paralisia cerebral ou acidente vascular cerebral (AVC), podem usar o TelepatiX para se comunicar. A plataforma fornece um alfabeto que é percorrido por varreduras sequenciais de linhas e colunas. O usuário pode selecionar cada linha e cada coluna simplesmente tocando em qualquer parte da tela, mesmo os movimentos menores e menos precisos. Para agilizar a escrita, a TelepatiX tenta “adivinhar” a palavra de cada letra selecionada e aprende o vocabulário comum dos usuários para completar suas frases mais comuns.Depois de escrever, a pessoa pode mandar o aplicativo vocalizar a frase em alto e bom som. Para acessar a plataforma, acesse o site.

Redes sociais à favor da inclusão de pessoas com deficiência

Outro fator relevante que tem mudado a direção da inclusão de pessoas com deficiência, são as redes sociais. As plataformas de comunicação foram uma porta aberta para que todos pudessem ter voz ativa.

Através de conteúdos produzidos por pessoas com síndrome de Down, estereótipos têm sido desconstruídos, além de darem um show de produção e mostrarem que não existem limitações.

 

Alguns perfis se destacaram nos últimos tempos, e vale acompanhar o trabalho que esses influenciadores estão fazendo.

  • Dudu do Cavaco (@dududocavacooficial)

Dudu foi um dos primeiros músicos com síndrome de Down do Brasil a gravar um CD/DVD profissional. Além de tocar mais de 8 instrumentos musicais, Dudu também é modelo e influenciador digital. Ele já realizou campanhas publicitárias, participou de videoclipes, ministrou palestras por todo o país e se apresentou junto com grandes nomes da música brasileira, como Paulinho Pedra Azul, Lenine, Mônica Salmaso, Jota Quest e orquestra Musicoop. Em seu perfil nas redes sociais, Dudu fala sobre a sua vida profissional e destaca as habilidades e potencialidades das pessoas com deficiência intelectual.

  • Cacai (@cacaibauer)

Cacai foi a primeira influencer com síndrome de Down do Brasil, seu conteúdo tem feito toda diferença nas redes sociais e também ajuda a quebrar preconceitos contra a síndrome de Down. Em todas as plataformas, Cacai trata de assuntos como o capacitismo, a condição genética, a importância da inclusão social, além dos seus conteúdos de humor. No Instagram ela já acumula mais de 360 mil seguidores.

  • Downlícia (@downlicia_oficial)

Desde os 10 anos, Gabriel Bernardes de Lima já tinha interesse pela cozinha. Sua mãe, Martha, foi quem sempre te incentivou. Com medo do filho se machucar com suas peripécias no fogão, ela o ensinou a cozinhar. Não demorou muito para Martha perceber que cozinhar daria autonomia para o filho. E foi exatamente o que aconteceu. Aos poucos, Gabriel foi desenvolvendo suas habilidades e hoje é exemplo de empreendedorismo. No final, ele abriu a empresa Downlícia e é atuante nas redes sociais.

  • Maju (@majudearaujo)

Maria Júlia, foi a primeira modelo com síndrome de Down do Brasil a participar da Fashion Week, também é mais uma influencer que se destaca. A modelo que ficou conhecida também por promover a campanha “Inclusão não é moda, inclusão é cidadania” já tem mais de 350 mil seguidores no Instagram. O foco principal da Maju é inspirar pessoas e quebrar preconceitos. Seus posts seguem os trends do Instagram e são super modernos.

  • Mariana Educada (@marianaeducada)

Outro perfil que caiu nas graças do povo, é o da fofa Mariana. Atualmente, ela possui quase 700 mil seguidores no Instagram. A conta da pequena é administrada pela mãe, Vânia Santana, que tem a intenção de colaborar para que as pessoas tenham mais informação sobre a síndrome de Down e consigam ver que crianças como sua filha têm o mesmo potencial que as crianças sem deficiência, e por isso precisam do mesmo tratamento. Em seu perfil, Vânia mostra o dia a dia de Mariana, que além de ser uma criança muito gentil e divertida, é amada pelo público.

Oficina de influenciadores digitais

Pautado pelo crescente uso de tecnologias e redes sociais por pessoas com deficiência intelectual, o Instituto Mano Down iniciou em 2019 uma oficina de “Influenciador Digital”, voltada para jovens e adultos.

O objetivo da oficina é orientar os participantes sobre a forma mais adequada de usar as redes sociais com segurança, para que possam desenvolver autonomia, empoderamento e boas relações no mundo digital.

Para isso, são abordadas situações cotidianas, “regras” do mundo digital, funcionalidades e requisitos de segurança.

A oficina foi extremamente importante, especialmente no período de pandemia, pois facilitou o acesso de pessoas com deficiência intelectual ao mundo digital. 

Assim, a instituição conseguiu viabilizar oficinas culturais e esportivas, e outras atividades on-line, permitindo que mesmo no período de isolamento social elas pudessem continuar se desenvolvendo e socializando.

influenciador digital - inovação social para inclusão

 

O futuro da inovação social para inclusão de pessoas com deficiência

 

A inovação social inclusiva mostra como a tecnologia tem uma missão além do entretenimento e do trabalho. Ajuda a quebrar barreiras, proporcionar mais felicidade e dignidade a todos e tornar a sociedade melhor.

Em relação ao futuro da inovação social para inclusão de pessoas com deficiência, novas tecnologias devem surgir nos próximos anos.

Aplicativos, hardware e software estão sempre aparecendo e evoluindo. A tendência é de melhorias adicionais, com ênfase na acessibilidade. Além de que, em cenários propícios à conectividade digital devido ao isolamento social, as plataformas online ganham força, pois tendem a aumentar a representação de comunicadores e influenciadores com deficiência, e assim, ajudar a atrair pessoas com e sem deficiência.

Gostou deste artigo? Continue nos acompanhando para ter acesso a mais informações relevantes sobre o assunto. Aproveite para fazer parte da nossa família e seja um voluntário Mano Down

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias